Azores Digital

--> Hoje, dia 21 de Julho de 2018

Pelos 30 anos do Grupo de Cantares “Belaurora”

Segunda, 25 de Maio de 2015 1025 visualizações Partilhar

Em 1985 comemorava-se o Ano Internacional da Juventude. Na Vila de Capelas, em S. Miguel, no âmbito das celebrações, um grupo de jovens procurou o apoio de um professor que estivesse disponível para os iniciar na aprendizagem da música, encontrada essa disponibilidade e vontade, nasceu a 17 de Maio do ano de 1985 um grupo de música e cantares tradicionais que adotou como designação um dos mais belos temas da música açoriana de raiz popular, a Bela Aurora.

Deste então o Grupo de Cantares “Belaurora” tem mantido atividade permanente e dado a conhecer ao Mundo a música tradicional das nossas ilhas. O seu vasto repertório conta com mais de uma centena de títulos e as suas atuações pelos palcos europeus, dos Estados Unidos, Canadá e ilhas da Macaronésia têm, não só maravilhado quem os ouve, mas também servido o nobre objetivo de divulgação do património musical açoriano para além das fronteiras das nossas ilhas.

Sobre a carreira e a qualidade do trabalho que o Belaurora têm desenvolvido disse, em 1996, Urbano Bettencourt, “... o Grupo de Cantares Belaurora tem descoberto matéria e motivações para o desenvolvimento de um coerente (e persistente) projecto de dedicação à nossa música popular.  ... Quedo-me... à escuta de um rumor-outro que me chega, longínqua Voz de um povo que, na música e por ela, encontrou a chave para a iluminação do quotidiano, das suas sombras e mágoas, solidões e maresias.”

Para além de outros reconhecimentos e méritos conquistados na Região, no País e no Mundo e que fazem parte do espólio das memórias do Belaurora, serão as palavras de ilustres açorianos, das quais me volto a socorrer, que melhor ilustram este trajeto ímpar de recolha e divulgação da música tradicional açoriana.

Em 2004, sobre o Belaurora, Daniel de Sá escreveu, como só ele o sabia fazer, “... o Belaurora foi por aí adiante em anos e ilhas. Ouviu a voz do povo e cantou com ele e com ele se encantou. ... E embalou-nos no seu canto, que é nosso também porque este povo somos todos nós.”

O Belaurora constituído por 10 elementos e dirigido, desde sempre, por Carlos Sousa afirmou-se no panorama musical da Região e tem sido uma Escola de formação e divulgação da nossa matriz cultural. Sendo um grupo amador, realiza há 30 anos um trabalho sistemático de recolha, preparação e divulgação da música tradicional açoriana que não podia passar indiferente a quem representa o Povo que o Belaurora tão bem canta. Na sessão plenária deste mês de Maio a Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores aprovou por unanimidade, um voto de saudação apresentado pela Representação Parlamentar do PCP, onde se reconhece o mérito da carreira dos Belaurora e do seu Diretor Musical e fundador, o Sr. Carlos Sousa, pelo empenho, disponibilidade e persistência que sempre colocou ao serviço da música e cultura popular.

Aníbal C. Pires, Santa Cruz das Flores, 24 de Maio de 2014

www.anibalpires.blogspot.com

 

 

Colunista:

Aníbal C. Pires

Outros Artigos de Aníbal C. Pires

Mais Artigos