Azores Digital

--> Hoje, dia 27 de Maio de 2017

Maluco por eleições

Terça, 01 de Setembro de 2015 585 visualizações Partilhar

É um fetiche para mim. Uns preferem a Primavera, o Natal ou fazer compras nos chineses. Eu sou maluco por campanhas eleitorais e eleições. Leio os manifestos de fio a pavio, vejo as caras dos candidatos vezes sem conta e, melhor do que tudo, sinto-me na lua com os materiais de propaganda.
O isqueiro dá-me um desejo contranatura de fumar, o avental inspira-me para incendiar a cozinha e a t-shirt parece-me digna de acompanhar um smoking.
O quotidiano é pincelado a tons suaves. Não trocava o período da campanha eleitoral (onde se inclui a pré) por umas férias pagas nas Caraíbas.

Os candidatos transmitem a esperança de um mundo substancialmente melhor. O passado é culpa alheia, o presente não conta porque está prestes a mudar e o futuro renovado só depende do nosso voto.
O desfile de intenções é um verdadeiro bálsamo existencial. Acabaram-se os resgastes financeiros, a dívida desaparece, o emprego reinventa-se e a austeridade marcha para o esquecimento.

Os tempos de antena constituem um hino à criatividade. São anunciadas soluções para tudo e mais alguma coisa. E, lá mais perto do “Dia D”, surgem os esclarecedores e imperdíveis debates televisivos, onde as palavras e promessas são cronometradas à fração de segundo.

No meio de tantas ofertas, ainda há jantares comícios à borla e, com um bocado de sorte e sem chuva, um espetáculo musical apimbalhado.

É aproveitar ao máximo esta dádiva concedida pela frenética atividade eleitoral. O povo não deve ser ingrato ao reconhecer os méritos dos seus representantes no finório da democracia.

Aos eleitores compete apenas a tarefa mais fácil – votar. A conjugação perfeita entre o direito e o dever.

No fundo, os políticos limitam-se a andar atrás da cruz, não a definitiva, mas aquela que se deseja prolongar até à merecida e dourada reforma. Vamos, então, sorridentes e radiantes fazê-los a vontade.

 

joao.rocha@portugalmail.pt

 

Colunista:

João Rocha

Outros Artigos de João Rocha

Mais Artigos