Azores Digital

--> Hoje, dia 27 de Maio de 2017

Tecnologia inovadora vai permitir diagnóstico mais rápido das doenças oncológicas

Quinta, 26 de Fevereiro de 2015 em Saúde 1576 visualizações Partilhar Tecnologia inovadora vai permitir diagnóstico mais rápido das doenças oncológicas

O projeto Blue Stain acaba de vencer o Prémio Arrisca C com a apresentação de uma tecnologia inovadora na área biodigital, que permite um rápido diagnóstico do cancro sem necessidade de processamento de amostras por um laboratório especializado.

O projeto vencedor, da autoria da TargeTalent, propôs-se a apresentar uma tecnologia inovadora que obtém de forma rápida uma coloração citológica, um processo que permite transferir a etapa do processamento das amostras para o consultório médico e eliminar a necessidade do processamento por um laboratório especializado. O diagnóstico é feito através de imagens enviadas digitalmente que permitem a imediata observação e que possibilitam um diagnóstico precoce.

O prémio, que inclui consultoria especializada em diversas áreas de negócio, formação, serviços de incubação de empresas e um valor monetário de 22 500 euros para apoiar a implementação do plano de negócios, foi entregue a Fernando Jorge Neves Ferreira, Paula de Melo Alves, Eduarda Isabel Rodrigues Novais e Hugo Prazeres, autores do projeto.

O prémio de melhor Ideia de Negócio foi entregue à BMHtec – Engineering Solutions, pela criação do primeiro dispositivo completo de fixação externa que permite a estabilização, alongamento e transporte ósseo. A equipa de vencedores é constituída por Miguel Curinha Samarra, Vítor Manuel Maranha Lopes, Maria Augusta Neto e Luís Manuel Ferreira Roseiro.

A categoria de Plano de Negócio atribuiu duas menções honrosas: o projeto Bio Monitor, que pretende resolver problemas associados aos reinternamentos hospitalares, através de um dispositivo biomédico inovador que acompanha a condição de saúde do utilizador em tempo real; e o projeto Bio image Diagnostics, com o desenvolvimento de algoritmos de análise de imagens biomédicas para a melhoria do diagnóstico de doenças através de uma plataforma web.

A menção honrosa na tipologia de Ideia de Negócio foi atribuída ao projeto Distrator Mandibular Automático e dento-ancorado pela criação de um dispositivo que visa promover a distração da mandíbula de forma autónoma, automática e controlada, indicado para doentes que sofrem de hipoplasia mandibular. Ainda na tipologia Ideia de Negócio, na categoria de ensino secundário e técnico profissional, o projeto StillHere saiu vencedor, com um dispositivo que, recorrendo à tecnologia wireless, emite um alerta quando o bebé é deixado dentro da viatura.

A Bluepharma copatrocina o Prémio Arrisca C, seguindo a sua missão de investimento em ID+i, o que determinou o envolvimento por duas vias neste projeto: através do apoio da própria Bluepharma, bem como através da a2b, empresa detida por três administradores da Bluepharma, dedicada a apoiar projetos de base tecnológica em fases seed e start-up.

O prémio Arrisca C visa estimular o desenvolvimento de conceitos de negócio em torno dos quais se perspetive a criação de novas empresas, através de um concurso onde são apresentadas ideias ou planos de negócio que desejam candidatar-se a fundos, consultoria especializada em diversas áreas de negócio, formação e serviços de incubação de empresas.

Rádio AzoresGlobal

 

Metereologia

  • Ponta Delgada º

    Ponta Delgada

  • º

  • Lajes das Flores º

    Lajes das Flores