Azores Digital

--> Hoje, dia 19 de Novembro de 2017

Artur Lima denuncia: Gateway das Lajes “escandalosamente discriminada” pelo novo modelo de transporte aéreo

Quarta, 22 de Abril de 2015 em Economia 2518 visualizações Partilhar Artur Lima denuncia: Gateway das Lajes “escandalosamente discriminada” pelo novo modelo de transporte aéreo

O Presidente do Grupo Parlamentar do CDS-PP Açores, Artur Lima, insistiu, esta quarta-feira, nas críticas ao novo modelo de transporte aéreo entre os Açores e o Continente, apontando que ele “discrimina açorianos”, nomeadamente todos os que queiram utilizar a gateway das Lajes para voar para o Porto, exigindo o pagamento do reembolso e o reforço das ligações aéreas entre a Terceira e a cidade do Norte do País.

Numa conferência de imprensa, em Angra do Heroísmo, Artur Lima exigiu também ao Governo Regional que desenvolva junto das companhias low cost “todos os esforços” no sentido destas passarem a voar para a gateway das Lajes: “Não se pede ao Governo que faça mais do que fez para que as low cost viajem para Ponta Delgada”.

Os populares denunciaram que “os residentes ou estudantes açorianos que queiram utilizar a gateway das Lajes, por exemplo, nas ligações ao Porto estão prejudicados e são discriminados”, afirmando que “enquanto vigoraram as obrigações de serviço público, a partir da gateway da Terceira, os residentes ou estudantes tinham ligação directa ao Porto, ida e volta, todos os dias, com apenas um acréscimo simbólico de custos (taxas) – o que era igual em todas as gateways dos Açores”.

Porém, acrescentou o Líder Parlamentar democrata-cristão, “com o novo modelo, os residentes ou estudantes que utilizem a gateway das Lajes para viajar para o Porto não são reembolsados da diferença do custo do bilhete para os 134 euros”, frisando que “a outra solução à disposição dos açorianos é viajarem para o Porto da partir de qualquer outra gateway” o que lhes traz custos acrescidos: “É certo que lhes é garantido o encaminhamento gratuito até à outra ilha, mas não é assegurada a realização da viagem (toda) no mesmo dia, obrigando o passageiro a ter que fazer uma a duas pernoitas e suportando todos os custos que lhe estão associados”.

Assim, prosseguiu Artur Lima, “para além da liberalização não ter trazido as low cost para a Terceira, os utilizadores da gateway das Lajes ficaram pior servidos nas ligações ao Porto e mesmo nos horários de ligação a Lisboa. Com este modelo o Governo Regional, o PS e o PSD discriminam e prejudicam a gateway das Lajes e todos os açorianos que dela queiram beneficiar, pois, desde 29 de Março, que quem adquire uma passagem Terceira-Porto-Terceira deixou de ser reembolsado, ao contrário de um passageiro que viaje à partida de qualquer outra gateway da Região. Isto é discriminatório, escandaloso e reprovável”.

 

Low cost para Terceira

e reforço voos para o Porto

 

No sentido de colmatar este “erro clamoroso”, o CDS-PP desafia o Governo Regional: “Impõe-se, por isso, que seja rápida e urgentemente reparado esse clamoroso erro e feita justiça social, indemnizando os passageiros que pretendam ligação ao Porto a partir das Lajes; Impõe-se que, tendo liberalizado a rota, sejam feitos todos os esforços no sentido de que as companhias low cost passem a voar para a gateway das Lajes; Impõe-se que sejam reforçadas as ligações aéreas directas entre o Aeroporto das Lajes e a cidade do Porto, aliás, reivindicação antiga do CDS-PP”. Os populares acentuam que “o próprio Presidente do Governo Regional afirmou, a semana passada, que está disponível para ‘aperfeiçoar aquilo que for necessário’ neste regime que acabou com as obrigações de serviço público”.

Artur Lima, por fim, voltou a criticar que “este novo modelo de transporte, defendido acerrimamente pelo PSD e implementado pelo Governo Regional do PS, foi imposto à pressa, porque mais do que garantir boas acessibilidades aos Açorianos visou dar resposta a determinados desejos e interesses corporativos”, justificando que “prova de que este não era o modelo que o PS defendia são os inúmeros contactos e reuniões que o Secretário Regional do Turismo e Transportes tem vindo a realizar no sentido de colmatar todas as lacunas deste novo modelo. Até linhas telefónicas para tirar dúvidas já foram criadas”.

Aliás, Vítor Fraga é agora também Secretário Regional da Propaganda, coisa vista em outro tipo e regimes e que não é de boa memória”, atirou.

O Presidente do Grupo Parlamentar do CDS-PP diz ainda que “sempre defendeu abaixamentos significativos nos preços das passagens aéreas” e que “sempre fomos contra uma liberalização perigosa do espaço aéreo açoriano, ou seja, sempre fomos contra um modelo que não acautelasse os interesses dos residentes e estudantes açorianos, nomeadamente através da imposição de um tecto máximo ao preço do bilhete no acto da sua compra”.

 

Angra do Heroísmo, 22 de Abril de 2015

 

Rádio AzoresGlobal

 

Metereologia

    errorerror
  • Ponta Delgada º

    Ponta Delgada

  • errorerror
  • º

  • errorerror
  • Lajes das Flores º

    Lajes das Flores